Publicado por: awbuch | 18 novembro, 2007

Noam Chomsky e Israel

 

aaaaaaaaa1.png

Noam Chomsky, americano, lingüista, filosofo, ativista político, autor e professor da universidade MIT (Massachusetts Institute of Technology) faz a pergunta, para aonde vamos? (Em relação ao muro em Israel). A resposta segundo ele, depende de nós e de como chegamos aqui. Israel está se trancando segundo Chomsky. Eu acredito ser uma verdade. Está se trancando, infelizmente. Mas como abrir as portas? “O objetivo de desintegrar a Palestina falhou” ele continua dizendo que isto tudo que está ocorrendo por ali no conflito árabe israelense, criou, cria e criará um desejo de revanche. Israel vive um dilema constante, diferente do dilema dos palestinos.

Eu vejo o seguinte, Israel tenta da melhor forma, dar condições a sua população de viver bem, o lado palestino tenta de toda forma importunar o lado israelense, tentando encontrar a melhor forma de destruir Israel.

Chomsky diz que a retirada de Israel da faixa de gaza foi uma jogada estratégica para aumentar seu domínio do centro de Israel, onde a palestina se encontra, alem da faixa de gaza. Israel segundo ele, é muito esperto. No mesmo momento que deixou gaza, investiu milhões nos assentamentos de West-Bank, o centro de Israel onde vivem os palestinos nos territórios ocupados. Está violando a lei internacional com estas atitudes e o muro está 80 % ilegal.

A corte israelense respondeu alegando que deve se ter em mente a necessidade de dar segurança para aqueles que vivem em Israel e aos judeus que vivem nos territórios ocupados. É dificílimo para pessoas que nunca viveram por lá opinarem sobre o assunto e como se deve proceder, aprendi que só devemos falar daquilo que sabemos que vivenciamos. Nossa opinião deve se basear em nossas experiências, em opiniões diversas, em tudo aquilo que pensamos ser correto. É muito difícil julgar certo ou errado uma situação complicada como esta que vem sendo discutida a anos e a solução está parecendo estar cada vez mais longe. Paremos para pensar, como dois povos, ao mesmo tempo tão distintos e ao mesmo tempo tão iguais, vivendo em guerra, sendo visinhos. Como fazer para achar uma solução? Chomsky pelo que foi descrito acima, acredita que Israel é o maior culpado por tudo que ocorre por lá. Será? Será que é possível afirmar assim de forma categórica? Não acho. Vejo as ações de Israel sendo para mostrar, com clareza o que está sendo feito por lá, de forma que todos vejam a realidade. O muro está lá para todo mundo ver o que Israel já vê a tempos.

A grande saída para o conflito seria aceitar a resolução 242 da ONU, e os dois lados a rejeitaram. Em 1971 o presidente do Egito tentou um acordo com Israel que de acordo com Chomsky, resolveria todo o conflito e Israel o rejeitou. Em 1979 Israel fechou um acordo que lhe fora proposto em 1971. Mas neste acordo, a palestina como estado foi querida para ser reconhecida.

Segundo Chomsky, ele afirma que é incabível deixar 8000 assentados nos territórios palestinos sendo cuidados por uma grande parte de soldados do exercito.

Chomsky termina esta entrevista utilizando uma frase de aviso que ex-chefes de segurança de Israel disseram: “There are clear alternatives, and if that march to catastrophe continues, we will have only ourselves to blame.” Traduzindo “Existem alternativas claras e se este caminho para destruição continuar, nós teremos que somente culpar a nós mesmos”

Em outras palavras, ele afirma em seu discurso que Israel é o grande culpado de tudo, eu particularmente acho o contrário.

Fonte: http://www.chomsky.info/debates/20051129.htm


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: